Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No Fundo da Garrafa

No Fundo da Garrafa

29
Jun04

Cuando nadie me ve

Gitano73
As vezes me elevo, dou mil volteretas
às vezes me encerro atrás de portas abertas
às vezes conto-te o porquê deste silêncio
é que às vezes sou teu....e às vezes..do vento

às vezes de um fio e às vezes de um cento
e às vezes, vida minha, juro-te que penso
Porque é tão difícil sentir como sinto?
Sentir como sinto..que seja difícil

às vezes miro-te e às vezes deixas-te
emprestas-me tuas asas, revês o teu rastro
às vezes por tudo..ainda que não me falhes
às vezes sou teu e às vezes de ninguém
às vezes, juro-te, deveras que sinto
não dar-te a vida inteira, dar-te só estes momentos
Porque é tão difícil...viver...só isso?
viver..apenas isso..porque é tão difícil??

Quando ninguém me vê posso ser..ou não ser..
Quando ninguém me vê volto o mundo ao contrário
Quando ninguém me vê não me limita a pele.
Quando ninguém me vê posso ser..ou não ser..
Quando ninguém me vê.....

às vezes me elevo, dou mil volteretas
às vezes encerro-me atrás de portas abertas
às vezes conto-te o porquê deste silêncio
é que às vezes sou teu....e às vezes..do vento

Escrevo-te desde os dentros da minha própria existência
Onde nascem as ânsias, a infinita essência
Há coisas tão tuas que eu não compreendo
e há coisas tão minhas, mas é que... eu não as vejo
Suponho que penso que eu não as tenha..
Não entendo, vida minha,
inflamam-se os versos que às escuras te peço,
sinto... não acerto.
Não acendas as luzes que tenho desnudos.....
a alma e o corpo

Quando ninguém me vê posso ser..ou não ser..
Quando ninguém me vê pareço-me à tua pele
Quando ninguém me vê penso nela também

etc....

Cuando nadie me vê - Alejandro Sanz
Tradução: Gitano

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D