Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

What the fuck is a man?

http://www.youtube.com/watch?v=O1n8s8vD7gM

 

How many roads must a man walk down
Before you call him a man?

Faz-nos pensar....

Que mais fazer? Que mais tentar?

Porquê ser um homem?

Porquê sequer tentar?

Estou muito bem obrigado...

Neste meio termo entre o chegar lá

e o já lá estar

Guardem-me a infância para sempre

Em tupperwares no frigorífico

ou mesmo embrulhada em paninhos

Não me interessa o que os outros pensam

Sou imune a tudo isso e muito mais

Sou imune a falatórios e a outras coisas parecidas

Não me respeitem nem me idolatrem

Os meus sabem que o são

Têm aquele brilho tatuado nos olhos e no meu colo

São meus para sempre e reservo-lhes

O palácio dos meus interiores mais bonitos

Sou um vagabundo cavalheiresco em mim mesmo

por isso não me façam perfeito

Apenas contrafeito

a tudo o que é perfeito e circular

Sigo marés e nado contra elas

Basta-me querer

Basta-me dizer

Que assim é.

Teimoso até que se prove o contrário

Dizem-me que são raivas contidas

Eu digo que são brigas desmedidas

Either way...

We Just don't care - PDA


 

publicado por Gitano73 às 21:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

St. Robinson and His Cadillac Dream

Counting Crows - St Robinson and his cadillac dream

(uma versão http://www.youtube.com/watch?v=L2i0YSohQ8o&feature=related )

 

Staring out of his window as the world rushes by
Arthur Robinson closes the glass and replies,
"I dream of ballerinas and I don't know why..
But I see Cadillac's sailing.
I was born on the shores of the Chesapeake Bay
Maryland and Virginia have faded away
And I keep thinking tomorrow is coming today
So I am endlessly waiting
The comet is coming between
Me and the girl who could make it all clean
Out there in the shadow of the modern machine
Walks St. Robinson in his Cadillac dream
Carrie's down in her basement all toe shoes and twinned
With the girl in the mirror who spins when she spins,
From where you think you will end up to the state that you’re in
Your reflection approaches and then recedes again.

Yeah
And the comet is coming between
Me and the girl who could make it all clean
Out there in the shadow of the modern machines
Walks St. Robinson in his Cadillac dream
I have dreamed of a black car that shimmers and drives
Down the length of the evening to the carnival’s side
In a house where regret is a carousel ride
We are spinning and spinning and spinning
There’s a hole in the ceiling down through which I fell
There’s a girl in the basement coming out of her shell
And there are people who will say that they knew me so well
I may not go to heaven..
I hope you go to hell!
The comet is coming between
Me and the girl who could make it all clean
Out there in the shadow of a modern machine
Walks St. Robinson in his Cadillac dream
In his dream.
St. Robinson in his dream.
Some people are never quite what they seem
Come on baby come on darling
Lets just Get into my car and drive.

She says I always do the same things

over and over

Meaning of the song. (according to anna-begins.com)

Thats the one song we had written before we started the album (This Desert Life), its the only one, although it was drasticly diffrent before.

It's of a different depth lyricly cause its really about someone, It's sort of me taking the piss out of myself in a way.

It's about a guy with big dreams, which is you know, been what I've always been. But it's about a guy who's so obsessed with his big dreams and like everything he wants out of life, but he cant relate to life on simplier terms, all he can think of is in terms of his big dreams, and it makes it so he can't deal with day to day communication with people, specificly this one person.

It's a song about, how at some point, this guy is looking back at his life and he's seeing a point where two people's lives spun together and then for what ever reason they spun apart..

publicado por Gitano73 às 21:53
link do post | comentar | favorito

Guilt and Changes

And all of the sudden
I see myself as a brand new one
All the little girls
well..they want to sleep with me
and I just can't see
why would I want to do that
They tell me I will love it
and they tell me that I will forget the world
but somehow I don't believe them
everyone else, you see...
everyone else looks for them like if it's a hormone dream
and me.. always playing the boy scout
Ohh and the guilt
have I mentioned it?
It castrates a guy
right down to his gut
someone is teaching me to deal with it
And the girls...
they keep on coming
and I keep on wanting them
without half of what they have to offer
A moron with the trousers in the air
is a lot more dangerous than a terrorist
fucking space cowboy
endlessly waiting for tomorrow
I love you all.
Thank you
publicado por Gitano73 às 21:04
link do post | comentar | favorito

Fundos de garrafa (Revisited)

no fundo da garrafa tu e eu não escrevemos nada fiel teclado..
mas guardamos novos gritos de desespero para usar amanhã
Esperamos novos anoiteceres porque sabemos que com eles
chegam as dores e a instabilidade que nos leva ao eterno reencontro
sim fundo de garrafa barata.. estamos destinados
Eu encontro-te todas as vezes e tu esperas-me despreocupado
Todos esperam, no fundo, por mim
E eu sigo a bailar num compasso extremamente desafinado
ao qual decidi chamar de vida
Vida essa que sei que não vivo.. vou vivendo
ou melhor ainda..
vou vendo..que os dias passam.. que as cores se tornam mais escuras
que somo amarguras
e vou assistindo ao suave transformar dos sorrisos em algo....
parecido com rasgos de tristeza na minha cara
Com que idade podemos dizer que as rugas acontecem?
Eu não sei... mas sinto-as pesadas
A querer saltar de dentro para fora
Algo me quer desenhar a cara qual mar desenha a rocha
Sem ternura ou aconchego
Sem paz..só desassossego
Algo vai acontecer brevemente
Estou sentado em cima de algo instável
E vai explodir....
publicado por Gitano73 às 20:46
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Um dia escrevo-te uma canção

Um dia escrevo-te uma canção daquelas que sabemos exactamente o que dizer e como expressar cada linha sublinhando-a com acordes especiais e raros.

Nesse dia vou estar nervoso e incerto do que quero escrever..mas não me importo pois é algo que vai ter de sair a ferros das pontas dos meus dedos. É que ao escrever faço-o com a convicção que passeio estes mesmos dedos nas tuas costas e sem saber bem como, as palavras vão saindo e formando frases por vezes até imprecisas.

Queria moldar todo o poema com a força do brilho que emanas mas confesso-me incapaz de sequer o entender.

Talvez já saiba um pouco mais de mim e consiga "respirar" o suficiente para conseguir acreditar que vou saber ler os teus olhos.

Talvez sim...mas até esse dia, o tal em que te escrevo uma canção, opto por procurar uma letra melhor para a encaixar na musica que ainda não canto.

 

Encontros Perfeitos.

publicado por Gitano73 às 08:56
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Certas noites

E se as noites escolhêssem nunca acabar?
A quem chamarias amor no amanhecer escuro dos teus sentimentos?
No dia em que o mar se tornásse doce
onde descansaria o sal que se habituou a, na tua pele morrer?
O reverso das minhas lágrimas não mentem
Nem o sorriso que cansado custa a surgir
me distrái de pensar em nós
O espelho de nós é apenas o reflexo de mim próprio mais completo.
Somos o mesmo mas misturados em partes desiguais

poucos entendem isso
E alguns nem acreditam
Calculo que dancem em ti todas as inseguranças próprias de quem
está longe
Mas descansa-as e escreve-as para mim.
Vive-as sem lhes dares importância suficiente
Pois elas são os teus demónios particulares
Vivem para serem abatidas.

publicado por Gitano73 às 23:38
link do post | comentar | favorito

Thunder only happens when it's raining

My bridges don't cross any rivers at all
They're built over deserts where I don't want to pass
The river of emotions flows towards someone
That someone has so many faces
Her voice like one hundred and six violins
And when she cries for me....
It's like tears from a star
Sometimes I wonder
Sometimes I wonder does the sun ever fights the moon?
She takes care of my heart..
At that level I seem to have found some rest..
but wait.. it's an illusion.. no rest for someone like me
Dreamer's are all fucked up..so...
So I'm back to the gipsy that I was
Something is torn inside
Something is stronger outside
Bonds are relaced
I'm finally.. getting a grip
a hold
brothers long forgotten came back
parts of me splittered around time
finally gathered....
The brotherhood of everything that's evil
is back together..
and this time....
to last
publicado por Gitano73 às 22:35
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Quando as palavras sofrem

Acontece por demasiadas vezes que as palavras se gastam de tanto escritas e faladas que são. Ficam cansadas e sofrem a doença da opacidade. Não transmitem o que deviam nem as conseguimos sublinhar com a carga brilhante que esperamos delas.

As minhas por vezes abandonam-me. Eu dou por mim vazio de um pouco de algo que não sei muito bem o que é.

Noutras vezes visitam-me com a força de uma garrafa de whisky.

Elas vão e vêm como os momentos nas nossas vidas.

Nem sempre um momento fica gravado em mim

Nem sempre a eternidade de um "amo-te" é final

Mas são sempre vividos.

Hoje estou assim... negativo.

 

 

publicado por Gitano73 às 09:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Too close to heaven

. I've got spaces...

. ...

. I love all my sad songs

. Apetece-me....para 2017

. Past....future.....

. O Principezinho

. ...

. This is how you remind me...

. Back where I belong!

.arquivos

. Abril 2018

. Janeiro 2018

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds