Domingo, 30 de Janeiro de 2005

Estás contente com o teu sono?


Toda a tua vida tem sido um desperdiçar contínuo de tempo.
Estás contente com o teu sono?
Passas por ela como quem vê um filme em slow-motion.
Carpe diem, dizem....
Mas como podes sugar essa vida que espera ser vivida se não largas pedaços de curtas e longas metragens do passado?
Estás só. A multidão é-te estranha e distante. Espera... é a tua família e amigos.
Merda.
Estás quase de joelhos.
A implorar uma chance de poder entender... seja o que fôr.
Não percebes o que se passou nem o que se está a passar.
Tens uma breve noção do teu próprio respirar...
Estás contente com o teu sono?
Não descansas... estás sempre a queixar-te que não descansas..
Porque tudo dança aí dentro? São os teus sentimentos... não tens mão neles..
Estão, lentamente, a consumir-te por dentro...lentamente....mas todos eles ao mesmo tempo...
Como vai esse sono?
Queres o quê...?...chuva?? para quê? Andares e dançares à chuva não te lava por dentro...
Não peças outra vez para fugir.. não consegues fugir de ti..
Não entendes??
Não ligas.. mandas para trás das costas e decides que amanhã será diferente...
mas nunca é.
publicado por Gitano73 às 00:50
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2005

Como é comprido o tempo


Tão certo como as inseguranças que tracei sem réstias de falsos orgulhos masculinos
Defeno o tempo como comprido e longo quando o gasto a esperar por ti
Gasto-o a imaginar episódios de pura magia, semelhantes àqueles que li em livros que não sei se ainda existem, mas que eram bonitos.
Mas depois tudo isso acaba. Tu chegas e eu esqueço-me do que te quero dizer.
Esqueço-me ou talvez não queira dizer. Talvez não te ache preparada..
Talvez eu não esteja preparado. Talvez nós não façamos muito sentido os dois..
But...then again....who cares?
"Come on color me in, come on color me in
Give me your blue rain
Give me your black sky
Give me your green eyes
Come on give me your white skin
Come on give me your white skin
Come on give me your white skin" Counting Crows - "Have you seen me lately"
Na prática vivo um jogo de quero e não quero...ou quero e não devo..
ou ainda quero e não posso.
De qualquer maneira...quero..acho..que sim..
Quero o sabor que me reservas
Aquele que é diferente dos cento e cinquenta outros sabores que já senti
Aquele que é único em ti. Reservado para mim.
O mesmo que não acontece quando o dás a outro. Pois esse outro sente-o de maneira diferente...
Sim..és tu.
Tu que por vezes tens dificuldade em acreditar que o que escrevo é para ti.
Dorme bem.

(shhhhh shall we dance while my ghosts sleep? shhhhhhh)
publicado por Gitano73 às 08:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 18 de Janeiro de 2005

Sleep you through the night

(a wannabe song)

They tell me I have to write my own song
as well as I have to live my own life
They tell me so many things.. that I don't want to believe in
They tell me the sun will shine no matter what
as I watch his light dressing that girl

REF
She's got me in her eyes
She smiles and aims at me
I run away..'cause I can't find a single place to hide
She's got warmth in her promises...
And the moon cries stars 'cause she doesn't understand me
And I'm this mountain.. filled with if's and why's
END OF REF

I'm almost drowning in her smile
It's crawling over me...
So I take away all my frustrations and head to her
She's nothing but "welcome home"
I'm so long, long gone from my place
We get there....there's clothes everywhere
She takes her's off
It's almost...everything...
That I can bare.... those moments of coming back home..

REF
She's got me in her eyes
She smiles and hugs me
I no longer run away..'cause I've found a place to hide..a shelter
She's got warmth in her acts
And the moon cries her stars all over the sky 'cause she can't understand me
And I'm this mountain.. filled with if's and why's
But..I no longer cry
END OF REF

It's time for me to sleep you through the night
Let me fade my ghosts away.....for now
publicado por Gitano73 às 21:25
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

É noite. Ela está deitada na cama. De olhos abertos


É noite. Ela está deitada na cama. De olhos abertos
Ao seu lado, o marido... quase um desconhecido.
E ela recorda-se dos sonhos de criança.
"Eu vou casar-me com um príncipe. Vamos ser felizes para sempre"
Hoje pensa... será a felicidade um adereço? Algo que.... se houver tempo.. tentamos?
Ela há muito que não se lembra se foi ou é feliz. Está cansada.
Isso não sei se interessa.. mas o jantar de amanhã é importante..faço carne ou peixe?
Os afazeres mundanos confundem-se com cansativas tarefas...
"Já não me lembrava como é escura a noite.." pensa ela..
Ultimamente sente um travo a "não sei quê...mas sabe-me a pouco" na boca.
Ela considera-se alguém precioso e que necessita de cuidados de cristal.
Mas mesmo isso já não é suficiente... não sabe explicar.
A verdade é que "conheceu" alguém.. e esse alguém palpita uma energia diferente do que alguma vez tinha encontrado. Ele é tudo o que ela quer. Ele é tudo o que ela sonhou. Ela tem uma imagem dele completamente idílica.. ele quase que a embriaga. Exala romance e sentimentos sofridos por todo o lado.
É doido..mas gosto assim.
"Mas não.. que estou eu a pensar? Cada vez estou mais parva..."
"O meu lugar é aqui.. sou mesmo tonta."
E com os olhos postos à distância de um sonho...adormece...e um ultimo pensamento visitou-a..
"Mas que era bom, era..."

(good night.. Elisabeth.. I'm so sorry now but I am.. the Rain King)
publicado por Gitano73 às 00:56
link do post | comentar | favorito
Sábado, 15 de Janeiro de 2005

Não quero que me olhes..quero que me oiças e te embriagues de mim


Quero que seja noite... e quero estar perto de ti..quero-te de costas nuas para mim
Não me olhes... ouve-me... embriaga-te de mim..
Quero desenhar traçados de destinos com os dedos nas tuas costas despidas
Não me olhes... ouve-me... embriaga-te à flor da pele
Quero dizer-te vezes sem conta o que sou e como me vejo....mas não encontro palavras
Não me olhes.. ouve-me... embriaga-te com o teu sonho preferido que não sou eu mas faz de conta
Quero sentir-te respirar inconstantemente enquanto te falo..
Quero tudo o que quero e não quero que saibas que te quero
Quero, quero e quero.. hoje sou uma criança que faz uma birra sem bater com os pés no chão.
Hoje sou um adulto que se apercebe de todas as proibicões impostas pelo mundo
Quero e não quero..
Quero e não posso...
Quero e quero mas não posso
quero e posso mas não sei
quero...mas quero mesmo
quero....quero....que te vires e me olhes nos olhos..
quero..
quero que apagues a luz..
(shhhh)
publicado por Gitano73 às 23:20
link do post | comentar | favorito

messy...before midnight

Sim.. estamos a acabar. Não, eu já não gosto de ti.

Pronto. Já disse.

Acreditaste? Estou apenas curioso. Achas que iríamos acabar?
Dissémos que íamos? Porque pensas sempre que estamos destinados a acabar?
O que faria eu com o resto da minha vida? (Aceito sugestões aqui..)

São 22:09 de um outro sábado qualquer. O Sr. Jack está bem disposto
Nos phones (com ph viram?) o Adam Duritz canta.
Viro a cabeça.. olho para o sofá....
Tens a distância de um outro mundano assunto qualquer nos olhos.
E eu o pecado de te querer demais....às vezes.
Tantas vezes tento-me com uma liberdade criada por mim. Um desprender físico de ti.
Não sei se ficaria a ganhar ou não. Não sei se seria mais feliz com a solidão.
Acho que gosto de me embrulhar num sofrimento
que quando não tenho invento.

Alguns de vocês, leitores, são muito desagradáveis... não gosto de vocês...
Mas vocês também não gostam de mim... lêm-me como quem abranda na auto-estrada para ver um acidente.
A curiosidade do mórbido.
...
O céu bíblico está longe.
E a garrafa tão perto.
Mais um cigarro e outro casamento de fumo.
Um dia destes ainda vou tirar um curso de curandeiro numa tribo africana qualquer.
Assim podia dançar a qualquer hora e no meio de todos com a desculpa da chuva.
Acho que fico giro a dançar... a minha veia de palhaço...(não prescindo da máscara)
Vem comigo dançar os silêncios da manhã...

Tenho uma frase que larguei ontem e preciso hoje.... nao me lembro dela..e prometi-a a alguém muito especial.....
Merda.
"she's been crying..and I've been thinking...."
Achas que posso ser perdoado?
I wish you would..

publicado por Gitano73 às 22:25
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005

Someone to watch over me

How I would love to have someone to watch over me...
You know the feeling... like...you're all alone..still surrounded by people
I tend to visit that special place everytime I feel like that..
No particular place.... if you know what I mean.. just a memory...or two
- "Hi honey... "
- "Hi where have you been?"
- "Hanging around in my car...listening to some music...and preparing a surprise for you"
- "What kind of surprise?"
- "A lullaby to help you sleep tonight"
Yes....this is a memory of mine...one that never happened....but it will...eventually..
Why are all the dreamers so fucked up inside?
We're just a bunch of crazy virtual fucked up guys and girls...
How I would love to have someone to watch over me... a father-mother figure that would love me no matter what.... no matter what..
Don't we all? Full grown-ups and still... dreaming.... (Round here we're never sent to bed early)


publicado por Gitano73 às 22:09
link do post | comentar | favorito

A suposta visita

Abre a porta!
É noite e estou em frente à tua porta....
Foi o frio que me trouxe..
Deixa-me entrar. Deixa-me aproveitar o calor que emanas quando suspiras pela minha ausência.
Ouves o vento? faz um barulho engraçado contra a tua porta.... parece chamar-te.
Quase sinto o gosto da tua pele... a impaciência tenta descontrolar-me
Sinto-me culpado....but then again....sinto-me sempre culpado sobre tudo o que faço.....(shhh são os fantasmas)...
Talvez não devesse estar aqui a estas horas...
Curiosamente gosto de estar aqui..de alguma maneira sinto-te perto de mim....ao estar perto de ti... deve ser algo parecido a isto que os voyeurs sentem ao espiar alguem... quem me dera ver-te....
Não apareceste à porta....nem ouvi a musica que acontece nos filmes quando o romântico regressa.
Porque estou preocupado com o meu perfume e...porque estou determinado a estudar expressões? Não planeamos que tudo seria natural e sincero??
Merda.
Vou-me embora....
E ao chegar ao carro...ainda tive tempo para deixar fugir uma frase que ninguém ouviu..
"Da próxima vez...toco à campaínha...."
publicado por Gitano73 às 21:51
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

Numa noite

Estou quase a afogar-me nos teus lençóis;
na tua suavidade e nos teus sons que enchem o quarto.
Salva-me de ti.
Esconde o peito que me fascina e hipnotiza. Tenho de fugir por mim próprio.
Esconde a nudez que me transforma e faz de mim um carnívoro selvagem. Tenho de fugir
Esconde-me do mundo no teu abraço de braços e pernas. Tenho...
Recebe-me com o calor de mil sóis.
E faz-me esquecer.....
por favor..
faz-me esquecer........
Já não fujo.....
publicado por Gitano73 às 23:08
link do post | comentar | favorito

Desavenças

Fiquei entre um decote e um suspiro
Um meio termo entre descoberta e o retiro
Um gosto a quero e preciso e não respiro
Abre a saudade e deixa-me provar o que fica de lado... o que não queres...o que rejeitas
O que te pertence e recusas diariamente
Todas aquelas pequeninas coisas que dizes não seres tu
Mas que eu necessito...pois fazem parte do puzzle que és tu
Aquelas mesmas que misturas nas lágrimas
Lágrimas essas que são muito parecidas comigo...
pois tambem eu conheço a solidão... e sou arrancado de ti em lágrimas e suspiros de saudade
Em despedidas constantes e pequenos "até já" que cortam e ferem aos poucos

"Have you seen me lately?
C'mon color me in
C'mon color me in..C'mon...c'mon..c'mon
Give me a blue ring
Give me your black sky
Give me your green eye
C'mon give me your white skin.... give me your white skin"
(Excerto de Counting Crows - Have you seen me lately)
publicado por Gitano73 às 23:03
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Too close to heaven

. I've got spaces...

. ...

. I love all my sad songs

. Apetece-me....para 2017

. Past....future.....

. O Principezinho

. ...

. This is how you remind me...

. Back where I belong!

.arquivos

. Abril 2018

. Janeiro 2018

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds