Quarta-feira, 24 de Novembro de 2004

Tu

Há tanto de melódico na minha fantasia que és tu
É uma canção que talvez não resulte.. mas recorro à agonia do próximo copo para me ajudar a rimar esses versos que soltos são feridas......
Derrama os segredos que me guardas no mar mais longínquo de que te recordes
A ilusão envolta em promessas de paixão intensa faz-me sentir cada segundo como a primeira vez que grito...porque existem cantos...e recantos... onde se escondem os sentimentos que não calo.
Este universo meu que povoas, ilegal e segura como só tu consegues ser. Uma fora-da-lei do que acho certo ou errado. Dissidente da palavra, és parte e parcela das estrelas que o abençoam...ao meu irrisório universo.
Escrevo-te numa cadeira cansada ....que acrescido das toneladas de saudade, tornam-se insuportáveis a espera e o peso da melancolia.
Espera-me na curva desse teu sorriso e visitar-te-ei num suspiro-mentol.

/Gitano
publicado por Gitano73 às 21:29
link do post | comentar | favorito

"Cuando sea espacio"

La frontera es tu imaginacion, de momento solo soy terrícola
ni español, ni europeo, ni latino, ni flamenco, ni siquiera occidental

Solo soy un terricola que sueña con ser lunatico
y aunqe seguro que jamás llego a ser marciano
cuando sea espiritu seré espacio
y si veo que el infinito me agobia
echaré un vistazo a uno de esos agujeros negros que dicen que hasta la luz se traga

mi ayer, mi verdad, mis principios vienen y van, y se van cada vez por mas tiempo
tan llenos de simples verdades, tan facil si sabes hacerlo
mi aquel y mi allí, mis principios vienen y van, y se van cada vez por mas tiempo.

pero cuando sea espiritu seré fácil y si veo que el infinito me agobia..
(llamaré....te llamare o me llamarás.....)
echaremos juntos un vistazo,
por uno de esos agujeros negros que dicen que hasta la luz se traga

Pero yo cuando muera, cuando sea espiritu sere espacio, cuando sea espiritu sere espacio...

Y ya no tendre que pararme en tu frontera y ya no podran hacerme mas daño
cuando sea espiritu sere espacio.....sere espacio

"Cuando sea espacio" Alejandro Sanz
publicado por Gitano73 às 11:31
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Novembro de 2004

Faz amor comigo

Faz amor comigo... e faz com que todos os nossos amargos e doces se derramem no chão junto à cama.
Faz amor comigo... deixa que o mundo lá fora reserve para si as amarguras que nos presenteia dia após dia... façamos nossos alguns momentos em que nos escondemos dele... estou farto de lutar contra ele... vamos concentrar-nos no prazer último que o toque oferece.
Deixemos que ele nos guie e refaça uma e outra vez os nossos castelos de nuvens...que eram tão sólidos quando nos conhecemos...e agora são tão frágeis.. vamos outra vez estudar as fundações do sentir....da sensação e do arrepio....
Solta o gemido porque não é proibido. Aceita o prazer. É teu.
Mas no fim da celebração carnal que vem em espasmos de prazer e egoísmo, abraça-me... mas abraça-me como se não houvesse amanhã... deixa que as bombas nucleares de todo mundo rebentem ao mesmo tempo, porque na segurança deste abraço não te irás perder de mim.
Abraça-me.
publicado por Gitano73 às 22:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Novembro de 2004

I come alive with your touch.. your touch always sets me free

Quando estou completamente só e a sentir-me triste, penso sempre estar perante uma estrada aberta e sem lado nenhum por onde seguir e o sol que me banha a cabeça com o calor familiar da tua infalível presença, faz-me recordar um passado ao qual não escolhi pertencer, um quadro em que fui modelo mas pouco tive a dizer sobre os tons em que era pintado.
Escolhas que fiz e que não fiz, afastaram-me de ti. Agora quando vou até ti sinto o vazio em que o silêncio dança, e ele, entre nós, é poderoso.... incisivo como gotas de uma chuva grossa que nos presenteia com uma sinfonia nova de cada vez que chora. Embala-me em esgares de solidão. Mas sinto-me renovado quando vou até ti. E sinto-te fazer parte do desgosto que tenho em não conseguir não precisar de ninguém.
Não....não me toques... ainda não....

publicado por Gitano73 às 13:38
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Novembro de 2004

Counting Crows - Mrs. Potter's Lullaby

Well I woke up in mid afternoon cause that's when it all hurts the most
I dream I never know anyone at the party and I'm always the host
If dreams are like movies then memories are films about ghosts
You can never escape, you can only move south down the coast
Well I am an idiot walking a tightrope of fortune and fame
I am an acrobat swinging trapezes through circles of flame
If you've never stared off into the distance then your life is a shame
And though I'll never forget your face sometimes I can't remember my name

Hey, Mrs. Potter, don't cry
Hey, Mrs. Potter, I know why
But, hey, Mrs. Potter, won't you talk to me
Well there's a piece of Maria in every song that I sing
And the price of a memory is the memory of the sorrow it brings
And there is always one last light to turn out and one last bell to ring
And the last one out of the circus has to lock up everything
Or the elephants will get out and forget to remember what you said
Oh and the ghosts of the tilt-o-whirl will linger inside of your head
Oh and the Ferris wheel junkies will spin there forever instead
When I see you, a blanket of stars covers me in my bed
Hey, Mrs. Potter, don't go, I said
Hey, Mrs. Potter, I don't know, but
Hey, Mrs. Potter, won't you talk to me
Well all the blue light reflections that color my mind when I sleep
And the lovesick rejections that accompany the company I keep
All the razor perceptions that cut just a little too deep
Hey, I can bleed as well as anyone but I need someone to help me sleep
So I throw my hand into the air and it swims in the beams
It's just a brief interruption of the swirling dust sparkle jet stream
Well I know I don't know you and you're probably not what you seem
Aw, but I'd sure like to find out
So why don't you climb down off that movie screen
Hey, Mrs. Potter, don't turn
Hey, Mrs. Potter, I burn for you
Hey, Mrs. Potter, won't you talk to me
When the last king of Hollywood shatters his glass on the floor
And orders another...Well, I wonder what he did that for
That's when I know that I have to get out cause I have been there before
So I gave up my seat at the bar and I head for the door. Yeah.
We drove out to the desert just to lie down beneath this bowl of stars
We stand up in the Palace, like it's the last of the great pioneer town bars
Aw, we shout out these songs against the clang of electric guitars
Well, you can see a million miles tonight
But you can't get very far
Aw, you can see a million miles tonight
But you can't get very far
Hey, Mrs. Potter, I won't touch and
Hey, Mrs. Potter, it's not much but
Hey, Mrs. Potter, won't you talk to me
publicado por Gitano73 às 15:34
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Too close to heaven

. I've got spaces...

. ...

. I love all my sad songs

. Apetece-me....para 2017

. Past....future.....

. O Principezinho

. ...

. This is how you remind me...

. Back where I belong!

.arquivos

. Abril 2018

. Janeiro 2018

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds