Quarta-feira, 17 de Junho de 2009

O Chuveiro das Ilusões

Esta é a história de um menino que sonhava em ser feliz. Não é um conto particularmente especial ou com um final interessante.

Esta é uma história banal e cansativa acerca de uma incansável procura de uma alma gémea, prima ou mesmo ligeiramente familiar.

Nos olhos, este menino carregava o brilho e a força do seu sonho.

Encarava cada potencial candidata com uma inocência que já não se vê hoje em dia. Resoluto e decidido, continuava a busca.

As suas companhias eram algo cansativas e viciantes; o whisky e os cigarros.

Com eles e a escrita, ele criava mundos perfeitos, românticos e imaginários. Vivia-os intensamente em toda a sua intensidade, maravilha, dor e sensações que deles resultássem. Cada momento servia para anteceder o próximo e cada esgar, uma novidade espreitava.

Algumas vezes, o menino acreditou.

Algumas vezes, o menino amou.

Imensas vezes este menino banhou-se no chuveiro das ilusões.

Vestiu-se de conceitos e verdades escritas e passeou-se sob estrelas que brilhavam.

Uma noite o menino estacou.

Ergueu a sua bandeira, cujo símbolo é o amor e pediu um sinal.

Começou a chover.

O calor era imenso mas mesmo assim chovia...

O menino suava, meio com medo, meio apreensivo desse sinal.....

Então, como um relâmpago a rasgar a noite e as falsas verdades

O menino entendeu.

Entendeu que tudo o que procurava

era alguém

que soubésse a sua bandeira

E que usásse com o maior cuidado do mundo,

tal um cristal preciosíssimo e único no mundo,

a palavra

"Amo-te!"

O menino acompanhou a chuva e lavou-se por fora e por dentro

Levantou a cabeça e endireitou o tronco.

O seu objectivo era cada vez mais claro.

 

 

publicado por Gitano73 às 08:42
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. I love all my sad songs

. Apetece-me....para 2017

. Past....future.....

. O Principezinho

. ...

. This is how you remind me...

. Back where I belong!

. Another ending

. O mundo lá fora

.arquivos

. Maio 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Abril 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds